top of page
  • Foto do escritorRose Kethen

A Prosa de Novel

Atualizado: 21 de jun. de 2023

Prosas Narrativas/Literárias

 

Definição: Prosa é o estilo natural de falar e escrever que não apresenta a estrutura da poesia. Um texto que, assim como este, é escrito linha a linha (texto corrido), consistido na conversa cotidiana (linguagem informal e/ou coloquial) usada pelas pessoas para se expressarem racionalmente, buscando ser objetivo e pouco ambíguo e, por norma, sobre um assunto.

Não entrando no crédito das prosas demonstrativas, que pouco ajudariam, é vez de falar sobre as prosas literárias, as quais narram acontecimentos fictícios que podem ou não ser inspirados na realidade. Nada mais que um definidor de um grupo de gêneros literários que utiliza da definição acima para se contar uma história ficcional, como contos, novelas, romances, crônicas…

Dessa forma, vamos nos ater a um novo termo e dele começar a dissecar o assunto sobre…

Prosa Ficcional

 

A poesia tem suas regras e variações dentro do gênero, assim como a prosa em si tem as suas, mas escritores e estudiosos da área da taxonomia literária também podem dar mais detalhes e definições sobre isso.

Já dentro da prosa narrativa, a prosa de ficção começa a dar indícios de suas características únicas e definidoras. Podemos dizer que a prosa narrativa de um romance segue a definição no topo do documento, mas a sua prosa ficcional altera muitas vezes, por conta de seus gêneros, por conta da temática, do narratário e até por vivência do próprio autor. Ou seja, o estilo do discurso alterará por completo, mesmo sendo parte do mesmo gênero literário.

Dessa forma, dando dois passo para trás e voltando à prosa e a prosa narrativa, é hora de falar da padronização. Sim, já entendemos que a prosa é um texto corrido e sem firula da poesia, no entanto a prosa narrativa separa, define e cataloga os gêneros literários através do seu tamanho: a quantia de palavras para se fechar a obra.

  • A microficção é definida por uma história com menos de 1000 palavras;

  • Um conto está acima da microficção, logo, acima de 1.000 e abaixo de 4.000 palavras, com vagas exceções de portais e editoras que permitem e vendem contos com até 7.500 palavras (há casos com quantias de palavras maiores, por exemplo de 15.000 palavras, mas são exceções porque são para venda);

  • Noveleta (Novelette), também conhecida como romance curto, é tida como uma obra de prosa narrativa maior que um conto e menor que uma novela, assim contada entre 7.500 até 19.000 palavras;

  • Novela (Novella) é muitas vezes dita como a segunda maior contagem de palavras para uma prosa ficcional, variando entre 17.500 até 40.000 palavras;

  • Romance (Novel) é, assim como sua posição de maior gênero de prosa literária, a de maior extensão, não tendo limite de teto definido para seus volumes, apenas com um mínimo de 40.000 palavras;

  • Saga, Megarromance (Mega-novel), Sequência (Sequence), Romance multivolume (Multi-volume novel), Conjunto (Set), Ciclo (Cycle), Trilogia, Tetralogia, Quarteto, Quinteto, Volumes-Guia (Companion volumes), e, por fim, Romance-rio (Roman-fleuve), todos esses nomes são titulações para definir quando há mais de um volume do mesmo romance (o último sendo o melhor, mas menos usado quando comparado com, por exemplo, Saga).

Como é esperado de se dizer, todos essas explicações de gêneros literários, exceto o último, só são possíveis com uma que se finaliza por inteira: com início, meio e fim. Contudo é aí que a pegadinha começa a surgir com as exceções.

Não é possível fazer uma coleção de novelas/noveletas/contos que passem até mesmo a quantia de um romance?

A prosa utiliza a contagem de palavras como fator primário e também o mais importante, mas não é o único. Vamos então entrar no que define um gênero literário quando questionado. No caso, usarei a noveleta e a novela para responder, mas as características questionadas servem para os outros gêneros também.

Como definição literária, uma novela é uma obra fechada que deve ser menor que um romance e maior que um conto e uma noveleta quando contada as palavras, e a noveleta é uma obra fechada menor que uma novela e maior que um conto quando contada as palavras.

Em seguida, é dito que novelas incorporam os muitos elementos e estruturas de longa duração dos romances… mas, assim como as noveletas, geralmente se concentram em pontos de vista únicos, em um só conflito central e contam com um ritmo acelerado.

Temos, assim sendo, os três fatores primordiais das prosas quando catalogam seus gêneros literários: Contagem de palavras; assuntos tratados e complexidade.

Quanto mais complexo for, digamos que tenha muitas personagens ou um narrador que busca contar muito sobre o que acontece nas cenas — desacelerando o seu relato que deveria ser objetivo —, então mais assuntos serão tratados, como uma multiplicação de focos, subtramas para secundários e até interação com mais lugares dos que o protagonista já vive e conhece, assim, por fim, aumentando consideravelmente a quantidade de palavras.

É uma forma bem simples de responder a questão levantada antes e nos permite focar em um só tipo de gênero literário e suas variações de pros É hora de falar de…

Prosas em Romances (novel)

 

Bem, uma coisa que poucos sabem é que existem dois tipos de romance. E, para melhorar, são diferentes e foram jogados no mesmo saco de farinha quando vindos para cá. Mas não se preocupe, porque novel meio que, com o passar dos anos, comeu a definição do parceiro e virou um gênero definidor de múltiplas prosas ficcionais em romances. Se não entendeu ainda, vou explicar, mas saiba que quando eu estiver escrito romance em itálico, é porque estou me referindo ao romanice e não a novel.

Com isso dito, vamos entender o que é Romance (novel). Diferente da papagaiada do romance romântico que vemos na escola ou em sites brs, vou desmistificar o assunto usando de história.

Quando criada, seu nome derivava de novelle — que em italiano significaria “pequeno relato”, seja verdadeiro ou não —, e era nada mais que um pequeno trecho em texto corrido. O romance tornou-se uma forma de ficção cada vez mais popular lá no início do século XVIII, embora as narrativas em prosa tenham sido escritas muito antes disso. O termo denota uma narrativa em prosa sobre personagens e suas ações no que é reconhecidamente cotidiano. Isso o diferencia de seu predecessor imediato, o romance, que descreve aventuras irreais de heróis sobrenaturais.

E ele surge aqui. Parece que a definição dele combina mais com as novels que vemos, né? Ledo engano. Como falei, no Brasil, é farinha do mesmo saco, mas em inglês — e também devemos considerar assim — acontece que novel “abriga” todos os outros tipos de romance — por exemplo, o romance epistolar. Para ficar ainda mais fácil de absorver, a informação, vamos entender um pouco dessa família de prosa novelesca.

  • Romance Epistolar: Uma narrativa é transmitida inteiramente por uma troca de cartas;

  • Romance Picaresco: O precursor do romance. Apresenta as aventuras de um pícaro (malandro) despreocupado. Geralmente é de estrutura episódica, organizados como uma jornada. A narrativa se concentra em um personagem que tem que lidar com mestres tirânicos e muito azar, mas que normalmente consegue escapar dessas situações miseráveis usando sua sagacidade;

  • Romance Histórico: Ambientado em um período histórico, com tramas e eventos dessa época e até tendo figuras históricas neles (mas sem precisar seguir os fatos reais). É desenvolvido com atenção aos fatos conhecidos e tornam os eventos e problemas históricos importantes para narrativa. E tem uma narrativa que condiz com o tempo da história contada (claro, ela pode ser modificada conforme a licença poética do autor);

  • Romance Educacional (Bildungsroman): São obras voltadas para seguir a vida inteira do protagonista, com o personagem aprendendo e se desenvolvendo pelo caminho, desde a infância até a maturidade/morte;

  • Romance Gótico: Ambientado em paisagens arruinadas (do tipo das obras de Dark Fantasy), castelos em ruínas, abismos, tom e voz mais sombrio. Versões sombrias de heróis e heroínas tendo que lutar contra forças sobrenaturais e demoníacas;

  • Romance (Romanice): Um romance é uma narrativa fictícia em prosa ou verso que representa um tema cavalheiresco ou relata aventuras improváveis de personagens idealizados em algum cenário remoto ou encantado. Normalmente emprega personagens monodimensionais ou estáticos que são fortemente discriminados como heróis ou vilões, mestres ou vítimas. O protagonista é muitas vezes solitário e isolado de um contexto social, o enredo enfatiza a aventura e muitas vezes é moldado na forma de uma busca por um ideal ou a perseguição de um inimigo;

  • Romance Social: Também conhecido como romance industrial, está associado ao desenvolvimento do realismo do século XIX. Como o próprio nome indica, o romance social dá um retrato do povo, especialmente das camadas mais baixas da sociedade, tratando e criticando as condições de vida criadas pelo desenvolvimento industrial, indo para a luta de classes sociais;

  • Ficção Científica: É um tipo de narrativa em prosa de duração variável, de conto a romance. Seus tópicos incluem buscas por outros mundos, a influência de seres alienígenas na Terra ou realidades alternativas; podem ser utópicos, distópicos ou ambientados no passado. Comum a todos os tipos de sci-fi é o interesse pela mudança e desenvolvimento científico e a preocupação com as mudanças sociais, climáticas, geológicas ou ecológicas;

  • Romance Leve (Light Novel): Subgênero literário que vem do romance, que busca simplificar todos os aspectos de todas as demais estruturas, desde cenas a descrições e ações. Ele facilita a estrutura de um romance, além de misturar elementos de mangá (tendo ilustrações) Narratário jovem. Tem muitos padrões por conta do seu sistema editorial;

  • Webnovel: Gênero literário da webficcão. A Webnovel é feita para internet, e como um romance, pode seguir todas as características dos outros romances. Ele não tem regra para o seu conteúdo, pois é o gênero principal. A ideia principal é ser longo pelo traço de romance com vários personagens relevantes, mas o restante é livre;

  • Chat Novel: Segue um padrão de conversação como se fosse uma conversa virtual entre duas ou mais pessoas. Pode se usar estrangeiros, gírias, abreviações, emojis e outras coisas vistas em conversas virtuais.

É claro que tem mais romances ou outros gêneros que até visitam esse, tipo a metaficção, mas seria demais para explicar. No fim, quando falamos de ROMANCE/NOVEL, estamos referindo a toda essa família de prosas do gênero literário romance.

443 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page